Índia proíbe venda de gado para abate

30 de maio de 2017

O governo da Índia proibiu a venda de gado "improdutivo" em todo o seu território -ou seja, animais que não dão leite e não são usados para procriação, que geralmente são vendidos para abate.

A medida foi decretada nesta sexta-feira (26). No país, a vaca é considerada sagrada, e na maioria dos Estados já não é permitido criar ou vender gado para abate.

Diferente das restrições anteriores, porém, essa medida se aplica também aos búfalos. Graças a esses animais, a Índia é hoje a maior exportadora de carne bovina do mundo depois do Brasil em toneladas de carne.

Segundo o "Financial Times", a medida deve devastar a economia baseada na exportação de carne no país, que hoje gera US$ 5 bilhões por ano. O jornal afirma que o país tem 190 milhões de cabeças de gado bovino e 108 milhões de búfalos.

Fonte: Folha de S. Paulo